Internautas criticam vídeo publicado por Caiado sobre professores pintando escolas

Apesar de elogiar a iniciativa dos profissionais, os usuários contestaram fato de que mesmo sem pagamento do mês de dezembro, servidores se prestaram ao ato voluntário

Foto: Reprodução

Um vídeo publicado nas redes sociais do governador Ronaldo Caiado (DEM), no último sábado, 12, em que mostra a secretaria de Educação, Fátima Gaviolli, participando de um mutirão para pintar a Escola Santa Terezinha, em Petrolina, gerou polêmica entre os internautas.

No vídeo, ela aparece ao lado do diretor João Bandeira mostrando professores e funcionários pintando as salas da escola. Veja o vídeo:

Em entrevista coletiva, realizada nesta quarta-feira, 16, Fátima disse que parte do material utilizado para pintar a escola é do programa Pró-Escola, mas houve muitas doações. “Parte do mutirão foi feito em parceria com os pais. Ali teve muita doação também. Alguns pais fizeram como já se faz na Escola Militar. Deram contribuição com um dia de serviço, outras mães foram fazer o almoço”, disse.

Porém, os usuários da rede social apesar de parabenizar a atitude dos professores, criticaram o atual governo pelo fato do salário de dezembro estar atrasado. “Quanta benevolência! Mas há várias realidades no Estado! O que tem de estar na pauta agora é o pagamento! As “medidas” até o momento são ilógicas;temos obrigações financeiras além das que podem ser comprar no mercado, Ipasgo já descontado! Os bancos não são benevolentes”, escreveu uma internauta.

Para a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), Bia de Lima, a primeiro momento, parece que são ideias que buscam melhorar a escola. Mas o que se deve saber é para onde estão indo os recursos da Educação.

“Há muito tempo o sindicato vem denunciando que o estado não aplica os 25% da educação, tanto é que tem ação no Ministério Público, movida por nós. No ano passado, por exemplo, a imprensa divulgou que nos últimos anos, mais de R$ 2 bilhões em recursos deixaram de ser aplicados na Educação. Então eu creio que se nós aplicarmos os recursos que já são da Educação, a população não precisará colocar a mão no bolso para reformar a escola”, afirmou Bia.

Parceria com sistema penitenciário

Na última sexta-feira, 11, o prefeito de São Paulo João Doria falou sobre um projeto em que presos do municípios vão pintar as 5.500 escolas da rede estadual. Ao ser questionada sobre a possibilidade desse tipo de parceria em Goiás, a secretária de Educação disse que aqui há um há um projeto semelhante.

“Nós iremos distribuir uniformes para todas as crianças da rede, e esses uniformes serão confeccionados pelos presos”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.