Internacionalização do Aeroporto de Goiânia deve ser concluída em fevereiro

Presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, informou que 38% dos passageiros que viajam de Brasília para Portugal, via TAP, são goianos

Aeroporto de Goiânia | Foto: Assembleia Legislativa de Goiás

O presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, afirmou na manhã desta sexta-feira, 24, durante entrevista na TV Brasil Central (TBC), que o processo de internacionalização do Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, deverá ser concluído na primeira quinzena de fevereiro, com a homologação por parte da Agência Nacional de Aviação Aérea (Anac).

Assim que isso ocorrer, adiantou que retomará a negociação com as companhias aéreas para que a capital goiana efetivamente passe a contar com voos internacionais. Conforme Fabrício Amaral, foram atendidas as exigências burocráticas, entre elas a instalação de postos da Polícia Federal e da Receita Federal no aeroporto.

“Agora será a vez de correr atrás das companhias aéreas”, disse. Ele adiantou que tem negociado com a TAP (companhia aérea portuguesa). Disse que 38% dos passageiros que viajam de Brasília para Lisboa, pela TAP, saíndo do aeroporto da capital federal, são goianos. Esse fluxo deverá contribuir para as negociações, disse.

Caminho de Cora

Fabrício Amaral falou ainda sobre o Caminho de Cora Coralina, projeto do Governo de Goiás, que, segundo ele, este ano vai entrar no cenário internacional. Garantiu que o Caminho será dotado de infraestrutura, como acesso à Internet, mirantes e locais de atendimento, para receber bem os turistas. Na semana passada, a Goiás Turismo firmou convênio com o Ministério do Turismo, no valor de R$ 1,5 milhão, e esses recursos serão investidos no projeto, informou.

A TBC vai produzir uma série de reportagens para um quadro que apresentará as cidades goianas e seus potenciais turísticos. A partir de fevereiro, este material será exibido nos telejornais e ao longo da programação da emissora. Na ocasião, foi exibida para o presidente da Goiás Turismo a reportagem-piloto do quadro turístico sobre o município de Caldazinha.

De acordo com José Roberto Leão, entre as funções primordiais da ABC está a de integrar as ações de governo, informar a população e valorizar a cultura de Goiás. “Cada cidade e região têm o seu produto cultural, não só o turismo, mas junto com a gastronomia e outros segmentos econômicos. Queremos aproveitar o que tem de bom e positivo de cada município, cada região, e divulgar isso no Estado e fora dele. Por isso, é fundamental a parceria com o turismo”, destacou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.