Instituto contradiz vice-presidente e nega risco de queda de viaduto em Goiânia

Presidente do órgão, Lamartine Moreira, afirmou que não existe qualquer laudo oficial e que opinião da engenheira é posição pessoal

viaduto-jardim-goias-iv

Viga do viaduto na Avenida H

O presidente do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia – Seção Goiás (Ibape-GO), Lamartine Moreira, desmentiu, em entrevista ao Jornal Opção, a nota pública que alertava para o risco de desmoronamento no viaduto da Avenida Jamel Cecílio com a Avenida H, no Jardim Goiás.

A redação confirmou a informação na última terça-feira (15/11) com a vice-presidente do órgão, Veriana Vieira.

Contudo, segundo o presidente, Veriana pode ter afirmado que o viaduto corre risco de desmoronamento como opinião pessoal mas que, no entanto, a nota não representa a opinião oficial do instituto.

“Não emitimos nenhuma nota, não recebemos nenhum estudo sobre o local. Não é uma opinião do instituto como um todo, não tem nenhum documento assinado por mim, essa é uma posição pessoal como engenheira que ela é”, afirmou.

Lamartine acrescentou que é impossível fazer uma constatação de risco sem levantamentos e estudos técnicos: “Ninguém sabe de olhar lá se está comprometido ou não”. “Não há elementos para afirmar isso, porque não existe nenhum laudo sobre o assunto sendo feito pelo Ibape no momento”.

O Jornal Opção tentou contato com a engenheira, mas não conseguiu até o fechamento da matéria.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.