Instalação de Comissão Especial do Impeachment começa com tumulto

Grupo de parlamentares decidirá o nome dos deputados federais que vão presidir e relatar os trabalhos de análise do pedido de abertura do processo de impedimento da presidente da República

Após aprovação da Comissão Especial do Impeachment pelo plenário da Câmara, deputados integrantes realizam reunião para votar indicação de presidente, vice-presidentes e relator do grupo | Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Após aprovação da Comissão Especial do Impeachment pelo plenário da Câmara, deputados integrantes realizam reunião para votar indicação de presidente, vice-presidentes e relator do grupo | Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Com muito tumulto, gritaria, tentativas atravessadas de discursar na Comissão Especial do Impeachment na Câmara dos Deputados na noite desta quinta-feira (17/3), deputados federais não se entendem na reunião que decidirá o presidente e o relator da comissão. Primeira reunião é presidida pelo deputado federal Jutahy Júnior (PSDB-BA).

Durante a sessão, os líderes dos 13 partidos da comissão apresentaram a chapa única para coordenar os trabalhos do grupo, com os deputados Rogério Rosso (PSD-DF) como presidente, 1º vice-presidente Carlos Sampaio (PSDB-SP), 2º vice-presidente Maurício Quintella Lessa (PR-AL), 3º vice-presidente Fernando Coelho Filho (PSB-PE) e relator o goiano Jovair Arantes (PTB).

A Comissão Especial do Impeachment da Câmara dos Deputados tem como função analisar a denúncia contra a presidente da República Dilma Rousseff (PT) de impedimento (impeachment) por crime de responsabilidade. No momento, os parlamentares discutem as regras da adoção do rito do impeachment, que foi decidido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em dezembro de 2015 e defendido nesta semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.