Inconformada, gestão Iris deve entrar na Justiça para garantir aumento do IPTU

Paço sofreu esmagadora derrota nesta quarta-feira (22) após vereadores derrubarem veto a projeto que proíbe reajuste contínuo do tributo

Incorformada com a derrota acachapante na Câmara de Goiânia nesta quarta-feira (22/11), a gestão do prefeito Iris Rezende (PMDB) estuda entrar com uma ação direta de inconstitucionalidade contra a votação que derrubou o veto do Paço ao projeto que acaba com o aumento contínuo do IPTU da capital.

A informação foi passada pelo vereador Oseias Varão (PSB), um dos quatro vereadores que votaram a favor do Paço durante a sessão des quarta. “Um projeto que mexe com a receita e que foi iniciativa de um vereador, isso é vedado constitucionamente”, justificou o pessebista.

Com a derrota, o Paço também deve retirar da pauta o projeto de lei que estabelece o aumento contínuo do IPTU apenas para imóveis acima de R$ 500 mil. Segundo o Oseias, a matéria de autoria do Executivo fazia parte das articulações para que a Casa de leis mantivesse o veto do prefeito.

Na avaliação do vereador, a nova derrota da prefeitura não passou de “vaidade” de vereadores da oposição. “Não aceitaram a proposta e a oposição entendeu que ficaria desmoralizada”, disse.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ziro

Srs. iristas, impedir aumento de impostos no Brasil, para manter uma gestão pública de longo período ineficiente, ainda não é inconstitucional. Parabéns Srs. Vereadores.