Incerteza sobre apuração de votos nas eleições do Sintego causa debate nas redes sociais

Chapa 2 suspeita que resultado final não foi promulgado até o momento por pressão da situação, que tem como candidatas Bia de Lima, na presidência, e Ieda Leal, na vice

Imagem do perfil do candidato Delson Vieira, da Chapa 2, com mensagens de apoio. Foto: Reprodução/Faceboo

Imagem do perfil do candidato Delson Vieira, da Chapa 2, com mensagens de apoio. Foto: Reprodução/Faceboo

O processo de apuração de votos das eleições para a diretoria central do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego) está causando expectativa e debate nas redes sociais desde o início da manhã deste sábado (24/5). A informação é a de que a Chapa 2, liderada por Delson Vieira dos Santos, que comandava a regional do sindicado em Aparecida de Goiânia, e a vice Valdivina Nayá de Sá Arruda teriam vencido.

No Facebook, por exemplo, circula que no processo eleitoral ocorrido nos dias 21 e 22 de maio a chapa “Chega! Juntos Somos Fortes”, de Delson, teria ganhado após a apuração dos votos das Regionais e de Goiânia. No entanto, alguns internautas e professores suspeitam que o resultado final não teria sido promulgado pela Comissão Eleitoral Central até agora. Enquanto alguns apontam que a conferência dos votos terminou na madrugada de hoje, o site do Sintego comunicou que o processo se encerrou às 21h de quinta-feira (22).

“[A Chapa 1] que está querendo emperrar o processo, desqualificar e descredenciar a apuração que foi realizada. Peço as suas vibrações positivas para que os emaranhados e os conflitos sejam resolvidos e a Comissão Eleitoral Central tenha forças e autoridade para promulgar o resultado da apuração: vitória da Chapa 2 e anuncie a posse da diretoria”, diz um conteúdo. O texto foi compartilhado no perfil da candidata a presidência pela Chapa 1, Maria Euzébia de Lima, a Bia de Lima, e no da vice dela, Ieda Leal, atual presidente do Sintego. Bia é a atual presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Goiás e tesoureira do sindicato.

Fiscais devolvem urnas após as votações, em Goiânia. Foto: Reprodução/Sintego

Fiscais devolvem urnas após as votações, em Goiânia. Foto: Reprodução/Sintego

O Jornal Opção Online tentou confirmar a informação sobre o fim da apuração neste sábado, mas a assessoria do Sintego se recusou a opinar sobre as eleições. Foi dito apenas que uma nota oficial seria divulgada após reunião entre a cúpula dos docentes. Nesta manhã, o perfil do Twitter da Chapa 2 publicou que a situação perdeu o pleito nas urnas. “Agora estão tentando ganhar no tapetão. Nós não aceitaremos isso”, relatou a postagem, em tom de exclamação.

Já no perfil de Delson, algumas mensagens manifestavam apoio e congratulações pela vitória. “A Chapa 2 que venceu toda máquina e abuso de poder econômico da Chapa 1 vai lutar até o fim para levar o que bravamente venceu nas urnas”, digitou um usuário.

Até o momento, os números apontam que o grupo de Delson teve 7.936 mil votos, contra 7.851 votos da Chapa 1, placar apertado. Cogita-se ainda que não exista a possibilidade de alteração do resultado. Os possíveis vencedores têm como lema de campanha o exercício da transparência com os gastos do dinheiro do sindicato e a comunicação com a base e as regionais.

Além da chapa de Delson e de Bia, outro grupo tentou entrar na disputa. Contudo, a Chapa 3 teve a candidatura indeferida pela Comissão Eleitoral pelo registro de candidatura não ter atingido o mínimo legal de candidatos, segundo o Sintego.

Ao mesmo tempo das eleições para a central, também foram escolhidos os presidente das regionais em cidades como Aparecida de Goiânia, Anápolis e Águas Lindas, entre outros municípios. As gestões vão de 2014 a 2017.

2
Deixe um comentário

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Ricardo Elias Jreige

Achei a diferença muito pequena. Não acredito que exista essa quantidade de professores alienados que ainda votam na Ieda, Bia e cia. Elas acabaram com os professores quando fizeram aquele acordo a porta fechadas (em 2012). Ela tá do lado do Marconi. Na minha cidade, Jussara, pergunto para os professores colegas meus em quem votaram eles todos falaram que na chapa 2, porém fiquei sabendo que a chapa 1 ganhou aqui. Deve ter algo errado, não. Parabéns para chapa 2. FORA IEDA e MARCONI.

Roni Alburquerque

Em Águas Lindas AS URNAS NÃO CHEGARAM, PORQUE QUERÍAMOS A CHAPA 2. ISSO É UMA VERGONHA PARA G
GOIÁS!!!!