UFG confirma retorno presencial para janeiro; IF Goiano volta em outubro

Reitores afirmam que retomadas serão feitas de maneira gradual e com completa observância dos protocolos de segurança

Universidade Federal de Goiás volta em janeiro | Foto: Divulgação

Uma portaria divulgada na manhã desta quarta-feira, 22, autorizou a retomada gradual de atividades presenciais no Instituto Federal Goiano (IF Goiano), a partir do mês de outubro. Para isso, algumas regras como flexibilização de horários e ocupação de 30% de servidores em cada ambiente, a fim de respeitar as medidas de distanciamento social, deverão ser observadas durante esse período de retorno. 

Nessa volta, aqueles servidores que apresentam condições ou fatores de risco, filhos ou responsáveis em idade escolar em locais onde houver suspensão ou rodízio de creche ou aulas presenciais, que morem com idosos, pessoas com deficiência ou integrantes do grupo de risco para Covid-19, além daqueles que utilizam transporte público coletivo para o trabalho, deverão ser priorizados. De acordo com o IF Goiano, o retorno das atividades acadêmicas está condicionado ao das atividades administrativas presenciais, sendo que o sucesso desse último acarretará na prática do outro.

Já na Universidade Federal de Goiás (UFG), a retomada das aulas presenciais deverá acontecer a partir de janeiro de 2022,  três semanas após o início do período relativo ao segundo semestre de 2021. Edward Madureira, o reitor da instituição, afirmou que os alunos da mesma terão o restante do mês de dezembro deste ano para se programarem para um retorno presencial, tomando as devidas providências para isso. 

Edward afirmou ainda em entrevista ao programa Boa Semana UFG, da Rádio Universitária, que a manutenção de algumas atividades acadêmicas presenciais para estudantes de cursos da área da saúde, fez com que a necessidade de suplementação das despesas orçamentárias fosse observada, passando a ser um ponto cobrado do Governo Federal, uma vez que toda a quantia disponível para o ano de 2021 já foi utilizada e quatro meses fiscais ainda precisam ser cumpridos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.