Ibope mostra que Temer tem a pior aprovação desde o fim da ditadura

Segundo pesquisa, peemedebista é o presidente com menor avaliação positiva desde o início da série histórica do instituto, em 1986

Foto: Beto Barata/PR

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (27/7) aponta que mais de metade da população acredita que o Brasil está pior ao ser governado por Michel Temer (PMDB) em comparação com a gestão de sua antecessora, a petista Dilma Rousseff. Segundo levantamento, 11% dos entrevistados consideram o governo do peemedebista melhor; 35%, igual; 52%, pior; e 2% não souberam ou não responderam.

Os porcentuais de avaliação do governo Temer revelados pelo Ibope também apontam para um recorde se considerado o início da série histórica do instituto, em 1986: o peemedebista é o presidente que marcou a menor avaliação positiva de popularidade.

Segundo a pesquisa, apenas 5% dos entrevistados avaliam como ótimo ou bom a administração de Temer; 21%, regular; 70%, ruim ou péssimo; e 3% não souberam ou não responderam. Antes do resultado de Temer, o pior havia sido o do ex-presidente José Sarney, que entre junho e julho de 1989 marcou 7% de avaliação positiva.

O governo Dilma marcou em junho e dezembro de 2015 9% de aprovação. Já o pior índice do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) foi de 29% em junho de 2004, setembro e dezembro de 2005.

O levantamento do Ibope, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado entre os dias 13 e 16 de julho e ouviu 2 mil pessoas em 125 municípios. O nível de confiança da pesquisa divulgada nesta quarta, segundo a CNI, é de 95%.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.