Ibope: Dilma abre nove pontos de vantagem e empata com Marina no segundo turno

Já Aécio Neves (PSDB), que na última rodada da pesquisa subiu quatro pontos porcentuais, manteve o resultado do levantamento anterior, com 19%

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (23/9) mostra recuperação da presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT). A petista aparece com 38% das intenções de voto, contra 29% da segunda colocada na corrida presidencial, a ex-senadora Marina Silva (PSB). Em relação ao último levantamento do instituto, a pessebista apresentou oscilação negativa de um ponto porcentual, enquanto Dilma cresceu dois pontos.

Já Aécio Neves (PSDB), que na última rodada da pesquisa subiu quatro pontos porcentuais, manteve o resultado do levantamento anterior, com 19%. Pastor Everaldo, do PSC, contou com 1% das intenções de voto e os demais candidatos somaram 2%.

No segundo turno, Marina Silva perdeu dois pontos e aparece empatada com Dilma. Agora, as duas estão com 41% das intenções de voto, sendo que, na última rodada, a ex-senadora estava numericamente à frente com 43% contra 41% da petista.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores de 296 municípios entre os dias 20 e 22 de setembro. A margem de erro do levantamento é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

3 respostas para “Ibope: Dilma abre nove pontos de vantagem e empata com Marina no segundo turno”

  1. guides netto Nt disse:

    Incrivel !! Vejamos
    : os crimes mensalão, mensalão (2) na petrobras toda espécie de corrupção . Queria entender
    como há
    eleitores que ainda dão sinal de preferencia a governança do pt . Gostaria que alguém
    explicasse. O bolsa esmola, minha casa vida
    , concordo compra de votos. E o resto porque?
    Contratados sem concursos ? medo de perder a mamata? índole desonesta.?

  2. Zamian Zartan disse:

    Só o perfeito imbecil analfabeto político acredita nestas pesquisas manipuladas e centralizadas que descarta a maioria dos demais candidatos a presidência da republiqueta que já não mais nos pertence economicamente e politicamente analisando sob a ótica da subserviência detrimentosa ao povo brasileiro e favorável aos interesses internacionais, praticado por todos os gerentes do “brazil” desde 1985.

    Os resultados das eleições digitais brasileira não serão decididos pelos votos dos desinformados que lá irão patrioticamente serem passados para trás mais uma vez, e sim pela manipulação fraudulenta praticada através dos programadores das fraudáveis urnas eletrônicas.

    Neste jogo sujo de cartas marcadas o que menos interessa são os anseios do povo brasileiro por suas obrigatórias melhorias sociais lógicas, há décadas, e que só pioram a cada ano que passa através de todas as desigualdades crescentes praticadas por todos os nossos gerentes viciados em politicagem desde 1985 e vivenciadas por todos nós até a presente data e mais ainda no futuro negro que está reservado para nossos bisnetos.

    Só quem sai perdendo devido o alto índice de falta de informação sobre política e economia em todas as esferas, e que os joga na total e displicente conivência através destas sacanagens eleitoreiras através do seu subconsciente manipulado com o apoio da podre mídia que também detesta os interesses do povo, é quem vota apoiando diretamente através da urna e indiretamente quem tem suas cruéis e destrutivas opiniões no estilo “o Brasil é assim mesmo e ninguém da jeito ou a corrupção é uma coisa normal na política brasileira”, e assim vão apoiando o quadro político sujo que aí está, se negando a protestar ou a apoiar todos os demais cidadão que exercem seu patriotismo ao não apoiar há décadas toda a sujeira, podridão, sacanagem, traição e antipatriotismo praticado por todos os nossos gerentes, não presidentes, submissos a detrimentosos interesses externos e internos praticados nestes últimos 28 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.