IBGE prevê aumento na colheita de soja em Goiás

O estudo também constatou que a produção goiana de algodão é a maior dos últimos 5 anos e o Milho Safrinha e Sorgo têm produções recordes no estado

Foto: Reprodução

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística  (IBGE) divulgou nesta terça-feira, 10, um levantamento sobre a produção agrícola em Goiás. De acordo com o estudo, a área de soja a ser colhida em Goiás deve ser de 3,41 milhões de hectares, ou seja, são esperadas 11,31 milhões de toneladas, número 4,9% maior que o registrado na safra 2018-2019.

Além disso, o algodão herbáceo registrou o maior patamar desde 2015. Segundo a pesquisa, o aumento histórico se deve ao crescimento da área plantada, aliado aos estímulos econômicos para o desenvolvimento da cultura.

O Milho Safrinha e Sorgo também obtiveram estatísticas positivas, alcançando produções recordes no estado.  O milho 2ª safra apresentou 1,42 milhão de hectares colhidos e produção de 10,18 milhões de toneladas em 2019. O aumento se deve ao crescimento da área plantada, aliado às condições climáticas favoráveis e à janela ideal utilizada no cultivo da cultura. Na produção de sorgo, a colheita foi estimada em 1,09 milhão de toneladas no mês de novembro, consolidando novamente o estado como o maior produtor do país.

Já a previsão para a produção de Milho 1ª safra é de declínio, como vem acontecendo nos
últimos anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.