Já o número de pessoas empregadas com carteira assinada e de pessoas que trabalham por conta própria permaneceu estável, diz estudo

IBGE aponta para novo crescimento do número de desempregados
Foto: Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas

Segundo levantamento divulgado na manhã desta terça-feira, 30, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de desempregados voltou a subir. O estudo aponta para um total de 13,4 milhões de brasileiros nessas condições.

O levantamento revela que a taxa de desocupação chegou aos 12,7% no trimestre encerrado no mês de março de 2019. Esse número representa um avanço de 1,1 ponto percentual quando comparado ao estudo anterior que mediu o índice de desocupados de outubro a dezembro de 2018.

Vale ressaltar que os desocupados não registraram uma variação estatisticamente significativa quando comparado ao mesmo período do ano de 2018. Acontece que, à época, o número de pessoas desocupadas era de 13,6 milhões.

Quanto aos desalentados, ou seja, aqueles que além de desempregados desistiram de buscar pelo trabalho, o índice aumentou. O número registrado pelo instituto é de 4,8 milhões de pessoas nessas condições.

Já a quantidade de pessoas empregadas com carteira assinada permaneceu estável (32,9 milhões), assim como a quantidade de trabalhadores por conta própria (23,8 milhões). O número de empregados sem carteira assinada caiu (-3,2%) quando comparado ao trimestre anterior. Se comparado ao mesmo período de 2018, o número subiu em 4,4%.