Ibaneis Rocha defende chapa de consenso para Executiva Nacional do MDB

Governador, que está fora da disputa, reconhece que queriam sua participação, mas diz que não iria ser candidato, mesmo se pudesse

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), chegou a ser ventilado como possível candidato a presidência do partido, mas com decisão da Executiva de que gestores em exercício não poderiam se candidatar, ele ficou inviabilizado. De qualquer forma, não era o interesse do emedebista.

“Tenho problemas suficientes para administrar no Distrito Federal”, disse o governador ao Jornal Opção, depois de reconhecer que, de fato, alguns companheiros queriam sua participação. “Acreditam nas propostas que defendo para o partido, principalmente o redirecionamento político para liberta-lo de velhas práticas”.

A convenção do MDB ficou marcada para 6 de outubro. A expectativa de Ibaneis é que haja chapa de consenso. “O MDB não pode mais ser essa federação, com tantos interesses regionais disputando espaço e, muitas vezes, discrepantes. Precisamos caminhar por uma nova estrada, respeitar as vontades do eleitor, que mudou e espera uma nova postura dos políticos. Só com união vamos representar a população dignamente e o MDB precisa recuperar o protagonismo que fez dele o fiador maior da democracia brasileira”.

Questionado sobre bons nomes, ele diz que são muitos, mas não pretende citar nenhum para não prejudicar “essa busca por união”. “Não faltam nomes reconhecidos nacionalmente para liderarem a mudança que o Brasil pede”, finalizou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.