Hugol recebe certificado de qualidade em assistência e segurança do paciente

Unidade possui mais de 500 leitos e é referência em algumas especialidades

O Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) recebeu o certificado da Organização Nacional de Acreditação (ONA), para reconhecimento da segurança oferecida aos pacientes e qualidade dos processos e da assistência médica. O documento atesta o nível de serviços de saúde no Brasil.

O secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, presenciou o evento de solenidade e afirmou que o corpo hospitalar passou por um processo de autocrítica.“Qualquer mudança é desafiadora e exige energia e autocrítica. Para atingir essa conquista, o Hugol precisou passar por um avaliação complexa e responsável e, por isso, teve que inovar, fazer mudanças e ajustes. Essa postura de sempre querer melhorar faz a diferença”, declarou Alexandrino.

O secretário acrescentou que a unidade possui mais de 500 leitos e é referência em algumas especialidades. “Arrisco a dizer que são poucas as unidades com essa quantidade de leitos com a certificação ONA 2. Essa conquista é algo para comemorar muito e significa que o hospital não mede esforços para ampliar a segurança do paciente”, disse ainda o secretário. O Hugol é referência no atendimento em urgência e emergência em Goiás e no Brasil.

Processo de certificação

A auditoria para certificação do hospital foi realizada em dezembro de 2019, pela Fundação Vanzolini, instituição credenciada pela ONA e gerida por professores do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). Como resultado, a unidade recebeu a recomendação da certificação ONA 2 – Acreditação Plena, direcionada a instituições que, além de atender aos critérios de segurança, apresentam gestão integrada. O Hugol está entre um grupo de aproximadamente cem hospitais no País com acreditação plena.

Segundo o diretor-geral Hélio Ponciano Trevenzol, o reconhecimento é uma marca e reflete o trabalho constante de aperfeiçoamento. “Esse selo é um divisor de águas para a nossa história. Passamos por uma avaliação séria e foi preciso uma autocrítica e revisão de todos os processos para sermos certificados”, ressaltou, ao comentar que a conquista é também uma resposta ao comprometimento de todas as equipes e uma motivação para novos projetos.
Segurança do paciente

O superintendente técnica da ONA, Péricles Góes da Cruz, comentou que a conquista representa “não um quadro bonito, mas um compromisso do hospital com a excelência”. A ONA, acrescenta, certifica a qualidade de serviços de saúde no Brasil, com foco principal na segurança do paciente. O superintendente garante que a metodologia de avaliação da atende a padrões internacionais de qualidade e segurança.

A acreditação é um sistema de avaliação da qualidade de serviços de saúde a partir de critérios pré-definidos. O processo é voluntário, ou seja, é a instituição que manifesta o interesse em ser avaliada. Após a certificação, os serviços de saúde continuam sendo avaliados periodicamente, durante todo o período de validade do certificado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.