Hugol na Comunidade leva serviços e atividades à região Noroeste de Goiânia

Também conforme diretor-geral da unidade de saúde, evento alerta população da importância da prevenção e orienta sobre perigos que podem ser evitados

Foto: Enviada ao Jornal Opção

O Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) realizou, neste sábado, 6, o 4º Hugol na Comunidade, no Colégio Estadual Francisco Maria Dantas. O evento, em alusão ao Dia Mundial da Saúde, objetiva promover a educação em saúde, cidadania, responsabilidade social, além de entretenimento.

Na ocasião, foram executados 1234 procedimentos em atividades voltadas para os moradores da Região Noroeste de Goiânia. Segundo informações da administração estadual, nas quatro edições, foram ofertados mais de 12 mil procedimentos, com uma média de 250 voluntários em cada ano.

O diretor-geral do Hospital, Hélio Ponciano Trevenzol, declarou que o evento leva à sociedade um alerta sobre a importância da prevenção e orienta sobre os perigos que podem ser evitados. “Com isso, estamos proporcionando uma maior qualidade de vida para a Região Noroeste, local em que o hospital está localizado. O foco é ir além do paciente atendido na unidade, promovendo saúde para todo o raio de abrangência da unidade de saúde”, relatou.

Oficinas

Durante o evento a comunidade participou de uma oficina de primeiros socorros, sensibilização para doação de órgãos, orientações nutricionais e combate à obesidade e, ainda, ao sedentarismo. Foram feitas, também, oficina de mastigação, testes de glicemia, HCV, hepatite e HIV, aferição de pressão arterial, prevenção de hipertensão, diabetes, colesterol, infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral.

O evento também contou com atividades como pilates, auricoloterapia, ventosaterapia e massoterapia. Segundo a nutricionista do Hugol, Marianne Falco, inclusive, o foco principal do evento estava na prevenção. Para ela, é crucial levar conhecimento para evitar situações mais graves e, desta forma, otimizar os serviços de saúde em geral.

Tem mais

Também na ocasião, os presentes tiveram acesso aos direitos de cidadania, como Bolsa Família, emissão de segunda via de registro civil, carteira de trabalho, passaporte do idoso, passe livre para pessoas com deficiência, carteira do autista e outros documentos.

“A população carente tem um acesso mais complicado para diversos serviços que estão sendo ofertados aqui, seja por tempo ou dinheiro, então poder vir e conseguir o que estava precisando foi fantástico”, relatou Andreia Souza, moradora da comunidade que atualizou o CadÚnico.

Ainda tiveram serviços de estética, como cortes de cabelo, esmaltação, maquiagem, design de sobrancelha, massagem e mais. E, enquanto os adultos realizavam atendimentos, os pequenos tinham à disposição brinquedoteca com pipoca, algodão-doce e picolé.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.