Hugo recebe certificado pela pela Organização Nacional de Acreditação

Marconi diz que Saúde requer sensibilidade, e não pode ficar só na “boca” dos políticos

Hospital é o quinto em Goiás a receber o certificado da ONA | Foto: Henrique Luiz

Hospital é o quinto em Goiás a receber o certificado da ONA | Foto: Henrique Luiz

Em uma semana, dois hospitais públicos de Goiás geridos por Organizações Sociais (OSs) receberam certificado de Acreditação pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). Na última segunda-feira (5/12), o Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer) foi acreditado no Nível 3 – nível de excelência. Na tarde desta segunda-feira (12), em evento no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) também recebeu o certificado de Acreditação pela ONA, e é agora o quinto hospital público de Goiás a recebê-lo.

“Se há algo que precisa ser visto com sensibilidade, humanidade e respeito é a área da Saúde. A Saúde não pode só ficar na boca dos políticos como discurso. É preciso partir para a prática e fazer as mudanças que são necessárias com coragem cívica, determinação, vontade política e boa equipe. E foi o que fizemos aqui em Goiás”, afirmou o governador Marconi Perillo (PSDB).

“Quantas pessoas vivem hoje graças à transformação que fizemos? Porque os aparelhos de diagnóstico funcionam bem, porque não faltam insumos, médicos, enfermeiros, as infecções foram reduzidas. Isso é o maior compromisso que podemos ter com a cidadania: que é o de efetivamente aplicar bem os recursos públicos em favor das pessoas. Estou muito feliz. Tinha certeza que conseguiríamos”, comemorou.

Desde que passou a ser administrado pela OS Gerir, em 2012, o Hugo realizou 56.500 cirurgias e foi reformado e ampliado. Possui, hoje, 400 leitos de enfermaria, e mais 70 de UTI. O superintendente do Instituto Gerir, Dr. José Mário Meira Teles, afirmou que a política de Organizações Sociais na Saúde é sólida e disse que, antes de ser gerido por OS, o Hugo tinha sérios problemas de infraestrutura, e enfrentava uma greve de anestesistas.

Diretor do Hugo, Dr. Ciro Ricardo Pires de Castro afirmou estar emocionado com a conquista do hospital. “Estou no Hugo desde o primeiro plantão daquele hospital, há mais de 25 anos. O amor, o comprometimento do governo estadual e da nossa equipe transformou para muito melhor a realidade do Hugo”, disse. Ele agradeceu o governador por ter tido a humildade de ouvir a equipe do Hugo, e buscado sempre ajudar, fazendo contato pessoalmente ou por telefone, constantemente.

O secretário estadual da Saúde, Leonardo Vilela, lembrou que há alguns anos o Hugo vivia uma realidade tão difícil que quase chegou a ser interditado. “Como médico e como cidadão, eu jamais imaginava que seria possível uma transformação naquele hospital em tão pouco tempo”, observou. O diretor do Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (IBES),  Christian Ferreira, disse que a realidade vivenciada por Goiás de transformação na área da Saúde se destaca no país, e lamentou que outros estados ainda não tenham adotado o modelo de gestão compartilhada com OSs.

Ele também anunciou que a ONA passa a ter, a partir de agora, reconhecimento internacional. “Logo, essas unidades acreditadas pela ONA passam a ter, também, reconhecimento internacional”, frisou. Ao encerrar o evento, Marconi homenageou o ex-governador Henrique Santillo, responsável pela construção do Hugo. “Esse título eu dedico ao Santillo e a todos os trabalhadores do Hugo”, disse.

Acreditação

O Hugo é o quinto hospital de Goiás a ser acreditado pela ONA. Integram a lista o Crer, o HGG, HDT e Hurso. Todos geridos por OSs. Leonardo Vilela e o governador Marconi ressaltaram que as demais unidades de saúde de responsabilidade do governo estadual e administradas por OSs (são 14, ao todo), caminham para também serem em breve acreditadas pela ONA. (Informações do Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.