Hospital Estadual da Criança e do Adolescente entrará em funcionamento nos próximos dias

O Estado adquiriu por R$ 128 milhões o Hospital do Servidor, do Ipasgo, e destinou a estrutura para atendimento de crianças e adolescentes

Unidade irá funcionar no antigo Hospital do servidor | Foto: Divulgação

O Hospital Estadual da Criança e do Adolescente (Hecad) deve entrar em atividade nos próximos dias. O centro especializado contará com 78 leitos, sendo 20 UTIs, além de pronto-socorro, setor de exames de imagens, realização de cirurgias eletivas e atendimento ambulatorial. Ganhos com a nova unidade são o setor de exames de imagem. o Hospital Materno-Infantil não dispunha de aparelho de tomografia, sendo necessário encaminhar os pacientes que necessitavam do exame para outros hospitais. 

No local também serão oferecidos broncoscopia, endoscopia, raio X, ultrassonografia, ecocardiografia, eletrocardiografia, entre outros. O local vai abrigar a estrutura e equipe do Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento, que será dividido e ficará com o atendimento de ginecologia e obstetrícia, como referência para o atendimento da mulher e do recém-nascido.

“É para ser o top da medicina. Criança em Goiás que tem má-formação congênita, doenças cardiológicas graves não vai mais para São Paulo, vai para Goiânia para ter cirurgia de padrão internacional”, destaca o governador Ronaldo Caiado. O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, adquiriu o Hospital do Servidor, que antes pertencia ao Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás (Ipasgo). O valor de R$ 128.806.908,96 foi pago na íntegra na última quinta-feira, 30. 

“Olha só que maravilha, aquele hospital todo ali como Hospital da Criança, seja ela recém-nascida, jovem com 12 anos, 14 anos de idade. Isso tudo será referência não só no Centro-Oeste”, destaca Caiado. “Nenhum outro Estado tem essa estrutura como a nossa. Isso dá dignidade aos filhos de nossas famílias. Esse hospital terá função específica de atender crianças que, hoje, não têm onde operar, para onde ir. Teremos uma estrutura digna, o Hospital da Criança”, ressalta. 

A lei que autorizou o Ipasgo a vender a unidade foi aprovada, em votação definitiva, pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) no final do ano passado e sancionada pelo governador Ronaldo Caiado. Segundo o documento, de 15 de dezembro de 2021, ficou autorizado “alienar para o Estado de Goiás, na modalidade venda ou permuta, o Hospital do Servidor Público”. A venda foi condicionada à autorização expressa do Conselho Deliberativo do Instituto, que também definiu o valor do trâmite e as condições para o recebimento do imóvel.

“É importante ressaltar que o Estado não fechou serviço, muito pelo contrário, trabalhamos para ampliar, realizando uma transferência segura e planejada”, explica Ismael Alexandrino. “Esse hospital nasceu da necessidade do governador Ronaldo Caiado de melhorar a assistência pediátrica no Estado de Goiás. Nossa missão é impactar vidas e a vida de cada criança importa”, ressalta. Na rede estadual de saúde há profissionais de qualidade e que agora vão prestar assistência em um lugar adequado e com condições para desenvolver um bom trabalho. 

3 respostas para “Hospital Estadual da Criança e do Adolescente entrará em funcionamento nos próximos dias”

  1. Avatar Cleobulo Nogueira Guimarães disse:

    Quero saber se o hospital atende só crianças?

  2. Avatar Maria Clara Barbosa da Silva disse:

    Atende bebê de 4 meses sem encaminhamento ??

  3. Avatar Maria Ivonete dos Santos moço de Sousa disse:

    Especialista Nefrologista pediatria estou precisando com urgência para uma criança de 5 anos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.