Hospital do Servidor Público deve ser concluído em dezembro

Início do atendimento está previsto para primeiro semestre do próximo ano

Foto: Goiás Agora

Presidente do Ipasgo em visita às obras do HSP | Foto: Goiás Agora

Já em fase de acabamento, as obras do Hospital do Servidor Público (HSP), neste mês de setembro, estarão focadas na pavimentação dos estacionamentos. A previsão é de que o hospital esteja totalmente concluído até dezembro deste ano e o início do atendimento no primeiro semestre de 2017.

Nesta quarta-feira (31/9) o presidente do Ipasgo, Francisco Taveira Neto, visitou as obras de construção do Hospital e a Unidade de Atendimento Médico Ambulatorial. No ambulatório, ele foi conhecer o atendimento de pré-natal, serviço que está sendo oferecido pela unidade desde o último dia 29. Já no HSP, Taveira Neto, foi verificar o andamento das obras.

Junto com o diretor da empreiteira que está construindo o Hospital, Ulisses Ulhôa, e da engenheira responsável pela obra, Vanessa Andrade, o presidente percorreu as diversas alas da unidade. Os técnicos explicaram que a construção caminha para a finalização. Algumas alas estão na fase de acabamento. É o caso do bloco de administração, de atendimento, dos consultórios e da recepção de exames.

Os 40 apartamentos e 38 enfermarias também receberam revestimento, forro e a pintura já foi iniciada. Nessas alas as instalações elétricas e hidráulicas já foram concluídas e nos corredores, revestimento, rodapés e bate-macas estão prontos e o forro está sendo instalado. Os vidros das janelas também já foram todos colocados.

A Unidade de Tratamento Intensivo também já entrou na fase de acabamento, com a instalação de piso e forro. Já a UTI neonatal deve entrar nessa etapa na próxima semana. O centro cirúrgico está com o contrapiso pronto. O bloco de serviços que vai abrigar a lavanderia e os serviços de nutrição será o último a ser concluído. Atualmente a ala está na obra bruta, com paredes e cobertura sendo erguidos.

Segundo Vanessa Andrade, os equipamentos de ar-condicionado já foram adquiridos e a instalação das centrais estão concluídas. Os elevadoresestão sendo montados. No mês de agosto, a construtora iniciou a parte de implantação entre os blocos, que é uma espécie de urbanização da parte externa que fica entre cada bloco.

O Hospital

A unidade é dividida em oito blocos, sendo que bloco A vai sediar a administração. Na parte térrea, o bloco B vai abrigar os 18 consultórios ambulatoriais. O bloco C vai abrigar o atendimento de emergência. As salas de exames radiológicos e laboratoriais também ficarão na parte de baixo. No primeiro andar vão ficar os 40 apartamentos e as 38 enfermarias, que serão humanizadas, com apenas duas camas em cada quarto, totalizando 76 leitos.

O banco de sangue e a sala de quimioterapia ficarão no segundo andar, assim como a sala de esterilização e o centro cirúrgico, com oito salas de cirurgia. No bloco ao lado, ficarão as UTIs, sendo que 10 são de leitos pós-cirúrgicos. O centro cirúrgico terá uma laje técnica específica para a manutenção dos equipamentos.

A unidade está sendo construída em um terreno de 21.455,69 metros quadrados, localizado na Avenida Dom Abel esquina com a Avenida SC-01, no Parque Acalanto, região Sul de Goiânia, utilizando recursos próprios do Instituto. As obras foram iniciadas em janeiro de 2015. (Do Goiás Agora)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.