Hospital de Campanha atenderá pacientes do Entorno e do Distrito Federal

Na última semana, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e o governador Ronaldo Caiado anunciaram a instalação do Hospital de Campanha em Águas Lindas

Hildo do Candango e Ismael Alexandrino vistoriam obras do Hospital de Campanha em Águas Lindas | Foto: Ascom/ Divulgação

O prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo do Candango, e o secretário de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, vistoriaram nesta quarta-feira, 8, as obras do Hospital de Campanha a ser instalado no município do Entorno do Distrito Federal.

A unidade será instalada no setor Mansões Olinda, na região central da cidade. Na semana passada a Prefeitura de Águas Lindas fez a terraplanagem, a roçagem mecânica e manual no local. Agora a obra está à cargo do Ministério da Infraestrutura.

A estrutura vai contar com refeitório e alojamento para os profissionais de saúde. Ao todo serão 5 mil m² de área construída e 200 leitos que poderão ser adaptados para unidade semi-intensiva para tratar a Covid-19.

Hildo do Candango e também presidente da Associação dos Municípios Adjacentes à Brasília (AMAB), destacou a importância do hospital de campanha para Águas Lindas e para os municípios do Entorno.

“Esse hospital de campanha é uma conquista para nossa região. Estamos diante de uma questão emergencial, onde a população do Entorno precisa de um atendimento especializado. O mais importante nesse momento é assegurar a saúde da nossa população”, declarou Hildo.

De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, Águas Lindas de Goiás foi escolhida porque é um município populoso com dificuldades no atendimento. A unidade será destinada exclusivamente ao tratamento de pessoas com a Covid-19. A previsão de entrega é de 15 dias.

Após a finalização da obra, o hospital atenderá pacientes de pelo menos sete cidades goianas do Entorno: Águas Lindas de Goiás, Santo Antônio, Valparaíso de Goiás, Novo Gama, Luziânia, Cidade Ocidental e Cristalina.

O hospital de campanha terá 400 funcionários e poderá atender também pacientes do Distrito Federal, caso seja necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.