Hospital de Águas Lindas começa a funcionar na próxima segunda-feira

A partir do dia 1° de junho, população de Goiás e entorno do Distrito Federal contará com unidade que possui 200 leitos de internação

Foto: Reprodução.

Durante visita técnica ao Hospital de Campanha de Águas Lindas de Goiás na manhã desta segunda-feira, 25, o secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, anunciou que o local iniciará os atendimentos na próxima segunda-feira, 1° de junho.

A unidade foi entregue pelo Ministério da Saúde com redes de gases, geradores elétricos e camas. O órgão do governo federal também será responsável pelo aluguel e manutenção da estrutura física do hospital. Já a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) será responsável por operacionalizar a unidade, ofertando insumos, equipamentos e prestação de serviços. O local será gerenciado por organização social e o contrato de gestão está em tramitação interna na SES-GO.

O Governo de Goiás, por meio da SES-GO, já trabalha para que pelo menos dez respiradores sejam encaminhados para o hospital. Dessa forma, a unidade abriria as portas com dez leitos de UTI já ativados para atendimento de casos graves de Covid-19.

“É um projeto feito a várias mãos entre os governos federal, estadual e municipal”, destacou Alexandrino. A unidade foi entregue ao Estado após o Ministério da Saúde assinar um Acordo de Cooperação Técnico com a SES-GO. O documento estabelece as responsabilidades de cada ente na estruturação do Hospital de Campanha. O local vai receber casos suspeitos e confirmados de doença pelo coronavírus 2019 (Covid-19). O Hospital iniciará as atividades com 200 leitos de internação, todos com acesso à rede de gases, o que permite que sejam transformados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), conforme a necessidade.

Além de pessoas de Águas Lindas de Goiás e de outras cidades do Entorno do Distrito Federal (DF), o hospital também deve receber moradores do DF. “A unidade irá servir a população do Entorno e também do DF, tendo em vista que, recentemente, celebramos um acordo com o Distrito Federal”, disse Alexandrino, se referindo ao Termo de Cooperação Técnica Interfederativo.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.