Homens que atearam fogo em Fórum de Goiatuba são condenados

Penas pelos crimes de organização criminosa, incêndio doloso, supressão de documento público e roubo chegam a 37 anos

A juíza Sabrina Rampazzo de Oliveira, da 1ª Vara Criminal de Goiatuba, condenou Waldemar Tassara Macedo, Selmo Felizardo Rodrigues Chagas Júnior, Thales José Martins Miranda e Rudiere Albertini Alves Pádua de Paulo pelos crimes de organização criminosa, incêndio doloso, supressão de documento público e roubo. Eles foram considerados culpados de incendiar o fórum de Goiatuba, em agosto de 2016.

Waldemar foi sentenciado a 35 anos e 5 meses de reclusão e 380 dias-multa; Selmo foi condenado a 31 anos, 5 meses e 20 dias de reclusão e 325 dias-multa; Thales foi condenado a 37 anos e 3 meses de reclusão e 403 dias-multa; e Rudiere pegou 27 anos, 3 meses e 16 dias de reclusão e 290 dias-multa. Todos em regime inicialmente fechado.

De acordo com a denúncia, Thales e Rudieri, com apoio logístico de Selmo e a mando de Waldemar Tassara, invadiram o prédio do fórum de Goiatuba, ambos armados com um revólver calibre 38 e vasilhames contendo líquido inflamável.

Depois de dominar o vigilante, atearam fogo na Vara Criminal, de Família, no gabinete do juiz da 2ª Vara e na sala onde se encontrava o gravador das câmeras.

De acordo com as investigações, o motivo do crime era destruir a sentença do caso de Waldemar, que tinha sido condenado por crime de homicídio.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.