Homem que tentou matar ex-mulher a facadas vai a júri popular nesta quinta, 2

Vítima foi socorrida por vizinhos e encaminhada ao Hospital de Urgência de Goiânia, onde permaneceu internada por 30 dias, sofreu três AVC’s e teve como resultado o lado esquerdo do corpo paralisado

O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos contra a Vida e Tribunal do Júri de Goiânia, vai presidir nesta quinta-feira, 2, o júri popular de Valdireno Pereira de Souza, de 39 anos, acusado de tentar matar a ex-mulher Valéria Silva de Souza. A sessão de julgamento será realizada a partir das 8 horas, no Fórum Criminal de Goiânia, localizado no Jardim Goiás, em Goiânia.

O denunciado e a vítima viviam em união estável, porém consta dos autos que a mulher sempre era agredida pelo acusado. No dia 11 de janeiro de 2019, ela registrou boletim de ocorrência solicitando medidas protetivas contra ele. Além de ter sido agredida, ela já sofreu calúnia e ameaça de morte. No dia 25, o réu passou na casa dela e a convidou para uma distribuidora de bebidas, onde consumiram bebida alcoólica até o anoitecer.

Ao retornarem para a casa dela, ambos começaram a discutir. O denunciado falava que não admitia traição e que a mataria se a encontrasse com outro homem. Durante o desentendimento, ele foi até a cozinha, pegou uma faca e ao retornar em direção a mulher desferiu vários golpes contra a vítima.

Ela foi socorrida por vizinhos e encaminhada ao Hospital de Urgência de Goiânia, onde permaneceu internada por 30 dias, sofreu três AVC’s e teve como resultado o lado esquerdo do corpo paralisado. Conforme o MP, o denunciado agiu com intenção de matar e o crime foi praticado contra mulher por razões da condição do sexo feminino, tenso restado caracterizada a relação íntima de afeto entre as partes. O homem foi preso na última segunda-feira, 30.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.