Ladrão usou táxi para roubar sanduicheria dez vezes em Aparecida de Goiânia

Acostumado com os crimes, suspeito chamava atendentes pelo nome e foi preso em flagrante. Assaltos na Avenida Rio Verde eram praticados com uso de arma branca

Um suspeito de praticar roubos a uma lanchonete na divisa entre Goiânia e Aparecida de Goiânia, na Avenida Rio Verde, no Parque Amazônia, foi preso na tarde de quarta-feira (12/11) por policiais militares do 7º Batalhão da Polícia Militar. Marcos Vinícius Lopes da Silva, de 27 anos, tinha características curiosas: chegava sempre de táxi, pedia sanduíches e anunciava o crime, normalmente em posse de uma arma branca.

Segundo a Polícia Militar, ele estaria tão acostumado a cometer o crime que chamava os funcionários pelo nome: foram dez no total. Apenas dinheiro era levado do caixa, mas o valor não foi precisado. No entanto, ao chegar ao estabelecimento por volta de 15h30 para novo delito, uma das atendentes o reconheceu e acionou a polícia.

De acordo com o delegado de plantão do 4º Distrito Policial que realizou o flagrante, Antonio André dos Santos Junior, Marcos Lopes comunicava ao taxista que precisava fazer uma corrida. “Pedia para parar o táxi um pouco antes da esquina da Subway. Dei até uma catracada no taxista. Como você pega uma peba deste e não fala nada?”, questionou.

O investigador informou ao Jornal Opção Online nesta quinta-feira (13) que o detido andava mal vestido. A polícia não soube apurar, até o momento, se Marcos Lopes tinha ficha criminal.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.