Identificado como Izildo Neto Simão dos Santos, homem tentou tirar a própria vida após crime e foi levado ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC), onde entrou para o centro cirúrgico

Foto: Reprodução / Marcos Santos / USP

No Sol Nascente (DF), um homem, identificado como Izildo Neto Simão dos Santos, de 34 anos, matou a companheira degolada e logo após tirou uma foto do corpo e postou em seu stories do WhatsApp. O homem tentou tirar a própria vida depois de cometer o assassinato. O caso ocorreu na madrugada desta quinta-feira, 20.

A Polícia Militar foi acionada e, ao chegarem ao local, as equipes encontraram a vítima, Sônia Miranda Luz, 35 anos, já sem vida. Izildo dos Santos também foi localizado ferido na residência.

Feminicídio

Os familiares informaram que o homem havia matado Sônia e tentado contra a própria vida. A PM acionou o Corpo de Bombeiros, que socorreu o suspeito.

De acordo com os bombeiros, Izildo perfurou o pescoço e degolou a companheira.

Os homem estava com duas perfurações no pescoço, uma no tórax e duas na região abdominal e foi levado ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC), onde entrou para o centro cirúrgico.

Caso sobreviva, Izildo dos Santos deverá responder por homicídio qualificado. A Lei 13.104/15, mais conhecida como Lei do feminicídio, introduz um qualificador na categoria de crimes contra a vida e altera a categoria dos chamados crimes hediondos, acrescentando nessa categoria o feminicídio.

(Com informações do Metrópoles)