Homem faz protesto solitário em frente ao Ministério Público: “Eu não tenho plano de saúde”

Com bandeira do Brasil e nariz de palhaço, cidadão pediu continuidade das investigações que revelou esquema no encaminhamento de pacientes do Samu

Em protesto solitário na frente do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), um homem manifestou sua indignação com o esquema revelado na última terça-feira (21/6) pelo órgão. Com nariz de palhaço e uma bandeira do Brasil pendurada na bicicleta, ele pediu a continuidade das investigações no MPGO e também na Polícia Federal.

A Operação SOS Samu, que resultou em 24 mandados de prisão, foi deflagrada depois que o MPGO descobriu um esquema de funcionários e um diretor do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), médicos, donos de hospitais e Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) e agentes do corpo de bombeiros para encaminhar pacientes com plano de saúde para UTIs particulares. A gravidade da situação também afetava o encaminhamento.

Diante da denúncia de que ter plano de saúde era fundamental para que o paciente conseguisse um bom encaminhamento, o homem escreveu em um cartaz: “Eu não tenho plano de saúde”. “Eu quero acreditar no Ministério Público e na Polícia Federal”, pediu.

Segundo informações do MPGO, o esquema pode ter envolvido pagamentos de até R$ 15 mil por cada paciente. As investigações duraram um ano e oito meses.

Confira o protesto do homem: 

protesto mp

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.