Homem é preso por calote em bar de Tocantins dois dias após ser solto pelo mesmo golpe em Goiânia

O suspeito praticou um crime semelhante em Goiânia na última semana, quando foi preso após fingir estar passando mal

Após ser preso em Goiânia por tentar dar um golpe em um bar da capital e fingir passar mal para não pagar uma conta de R$ 6,2 mil, Ruan Pamponet Costa foi preso novamente na última quinta-feira, 21, suspeito de tentar um golpe parecido, em Palmas. O homem estava em liberdade justamente após a juíza Maria Antônia de Faria determinar que o homem deveria ficar longe de bares, prostíbulos e locais de má fama para evitar calotes.  

Desta vez, a tentativa de calote na capital tocantinense foi de R$ 5,2 mil. O homem consumiu produtos e serviços e se recusou a pagar a conta. A prisão aconteceu no início da noite da última quinta-feira, em um restaurante que fica na Praia da Graciosa. Ruan estava no estabelecimento dividindo os produtos com outras pessoas, quando os atendentes começaram a desconfiar. 

Após a prisão o homem foi encaminhado para a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), onde o homem será autuado novamente por estelionato. Além de Goiânia, há outras ocorrências por todo o Brasil, onde o Ruan é suspeito de praticar crimes semelhantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.