Hipermercado tem que pagar quase R$ 20 milhões por sonegação de impostos em Goiás

Autos referem-se a infrações cometidas em 2014, 2015 e 2016

Um grande grupo empresarial do setor de hipermercado pagou à Secretaria da Fazenda, na semana passada, quatro autos de infração no valor total de R$ 19,1 milhões. As informações são da própria pasta, que preferiu não identificar a empresa.

Os autos referem-se a infrações cometidas em 2014, 2015 e 2016 envolvendo a sonegação de ICMS na aquisição de mercadorias variadas sob regime de Substituição Tributária, como apurou a Gerência de Auditoria de Varejo e Serviços da Secretaria.

O superintendente de Recuperação de Créditos, Luciano Caldas, diz que os autos foram “bem-feitos” e sequer foram discutidos nos âmbitos administrativo, no Conselho Administrativo Tributário (CAT) ou na Justiça. “Os advogados da empresa reconheceram os erros e aconselharam os pagamentos à vista”, frisa.

A auditoria no hipermercado foi realizada neste ano e prossegue em outros estabelecimentos para combater a sonegação de ICMS no ramo varejista em Goiás.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.