Henrique Arantes deve encaminhar pedido formal contra extinção de municípios

“Se acabar com essas cidades, a maior que a envolver não vai conseguir dar o serviço público e cuidado que tem hoje”, avalia

Deputado estadual Henrique Arantes (MDB) Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

O deputado estadual Henrique Arantes (MDB) deve enviar pedido formal à coordenadora da bancada goiana no Congresso Nacional, Flávia Morais (PDT), para rejeitar a proposta do Governo Federal de extinção dos municípios que tenham menos de 5 mil habitantes e que a arrecadação não atinja 10% da arrecadação total.

Ele afirma que grande parte dos municípios goianos com menos de 5 mil habitantes seria extinto, já que não conseguem cumprir as metas estabelecidas pela proposta entregue pelo governo. O parlamentar argumenta que a extinção é danosa para a população, que tem sua identidade ligada às cidades e seria uma “humilhação para quem sai de casa e começa a morar sozinho voltar a morar com os país”.

Henrique Arantes afirma ainda que grande parte dessas cidades são bem cuidadas, com posto de saúde, com identidade e gentílico próprios. “Se acabar com essas cidades, a maior que a envolver não vai conseguir dar o serviço público e cuidado que tem hoje”, avalia. “Essas cidades vão virar distritos e se você for em distritos verá que é raro um distrito bem cuidado. Concordo com economia, mas tendo eficiência do serviço público não da forma como está previsto”, completa.

O emedebista ainda diz que a redução seria em média de nove vereadores por cidade, mas ainda assim haveria a necessidade de um administrador, que seria nomeado, não eleito. “Não será uma pessoa escolhida pelo povo, o que é ruim. É igual o Brasil voltar a ser colônia”, finaliza.

Extinção

A proposta enviada dentro da chamada Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do pacto federativo, elaborada pelo ministro Paulo Guedes (Economia), propõe a incorporação dos municípios com menos de 5 mil habitantes e arrecadação própria menor que 10% da receita total pela cidade vizinha.

Com a medida, 92 municípios goianos podem deixar de existir.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.