Hemocentro e HGG promovem evento para atrair doadores

Com show ao vivo da banda Dry Mouth interpretando clássicos do heavy metal, unidades de saúde esperam atrair mais de 150 para aumentar estoque de sangue

| Foto: Divulgação

Em 2014, 51 pessoas doaram sangue na primeira edição do evento | Foto: Divulgação

O Hospital Alberto Rassi (HGG), em parceria com o Hemocentro de Goiás (Hemogo) promovem, neste sábado (21/11), o evento “Doe sangue ao som do Rock n’ Roll”. A ideia é atrair as pessoas para fazer a coleta de sangue com o atrativo do som ao vivo, feito pela banda Dry Mouth, que interpreta clássicos do heavy metal.

O evento tem o apoio de 15 grupos de motociclistas. Um deles é o Metal & Óleo, do qual faz parte Adonai Andrade,assessor de tecnologia do Idtech, que comanda o hospital.  “Nós conhecemos a realidade do Hemocentro, e sabemos que por mais que campanhas sejam realizadas e diversas coletas sejam feitas diariamente, a demanda é muito grande. Por isso, estamos fazendo a nossa parte para suprir um pouco dessa necessidade”, ressaltou ele.

O Hemocentro de Goiás é responsável por abastecer os hospitais públicos do Estado, entre eles o HGG. Por isso, a unidade precisa constantemente de doações. De acordo com o coordenador da Divisão de Captação de Doadores do Hemocentro, Marcos Antônio de Oliveira, eventos como este são de extrema importância para atingir novos doadores.

“Com a proximidade das festas de final de ano, que nossos estoques caem muito. Com estas doações vamos poder deixar o Banco de Sangue em um nível aceitável para manter as cirurgias eletivas e de emergência”, destaca ele.

De acordo com a gerente do Banco de Sangue do hospital, Emilya Locatelli, o HGG consume, cerca de 400 bolsas de sangue por mês. “Nós sabemos que o evento não vai conseguir suprir 100% a necessidade do Hemocentro hoje, e nem resolver o problema por um longo prazo. Mas, temos consciência que promovendo ações assim vamos abrindo os olhos das pessoas para a importância da doação de sangue, é um trabalho social”, explica.

Na primeira edição, 150 pessoas compareceram ao hospital para participar da ação. Delas, 51 fizeram a doação de sangue na hora e outras 77 se candidataram pra ajudar em outros momentos. Agora, a meta é superar o número de 150 pessoas no evento de 2015, que já tem 250 pessoas confirmadas.

Requisitos

Emilya esclarece que para doar o voluntário precisa estar em bom estado de saúde, ter idade entre 16 e 69 anos, não estar em jejum, ter o peso corporal acima de 50 quilos, não fumar duas horas antes e não ingerir bebida alcoólica no período anterior há 12 horas da doação. Além disso, pessoas com tatuagem e/ou maquiagem definitiva devem aguardar o prazo de um ano após o procedimento para doar, e nos casos de piercing, seis meses.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.