Há três dias do início oficial das propagandas eleitorais, a chapa PT Goiás segue sem marqueteiro

O Tribunal Superior Eleitoral permite propaganda eleitoral a partir do próximo domingo, quando as coligações já podem, por exemplo, realizar comícios

A candidatura do governadoriável Antônio Gomide (PT) segue sem definição da equipe de marketing. As demarcações dos profissionais de comunicação política estavam projetadas para essa sexta-feira (4/7), no entanto o presidente do PT goianio, Ceser Donisete, informou ao Jornal Opção Online nesta quinta-feira (3/7) que a escolha deve acontecer apenas no começo da próxima semana.

Segundo o candidato ao governo, três empresas, uma delas goiana, fizeram propostas. Neste sentido Ceser Donisete salienta que o partido vai seguir analisando os argumentos e as proposituras das consultoras políticas.

O partido continua analisando  as propostas dos marqueteiros | Foto: PT Goiás

O partido continua analisando as propostas dos marqueteiros | Foto: PT Goiás

As campanhas se iniciam oficialmente no próximo domingo (6/7). A partir dessa data o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permite propaganda eleitoral: as coligações já podem realizar comícios e a utilização de aparelhagem de sonorização fixa e de alto-falantes e amplificadores de som podem funcionar das 8 às 22h, além da movimentação e campanha na internet. A partir dessa data, candidatos ficam proibidos de entregar obras ou equipamentos públicos.

Em relação à definição dos marqueteiros em Goiás, a chapa do PT é a única que ainda não definiu os nomes dos consultores políticos da campanha.

Os marqueteiros têm a função de coordenar às campanhas, e os programas de televisão e rádio, relações públicas e assessoria de imprensa, além da criação de “jingles”, elaboração de malas diretas e de bancos de dados. Assim, a escolha do coordenador de campanha nas eleições é importante para quem aspira um cargo eletivo.

Reunião com nacional

Antônio Gomide participou de uma reunião nacional do partido, nessa quarta-feira (2/7), em Brasília. A conversa teve por foco a definição da agenda da principal liderança do PT Luiz Inácio Lula da Silva e da candidata à releição presidencial Dilma Rousseff durante a campanha eleitoral. O ato aconteceu em Brasília e contou com a presença dos candidatos das chapas majoritárias de todo país juntamente com a coordenação eleitoral nacional do PT.

“A conversação do partido com os candidatos girou em torno da presença e do acompanhamento de Lula e Dilma na campanha eleitoral dentro dos Estados”, contou o presidente petista em Goiás.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.