Há 5 meses das eleições, apenas 2 pré-candidatos ao governo definiram marqueteiros

Antes deste período em 2018, Ronaldo Caiado (UB) já mantinha conversas com o publicitário Nizan Guanaes  

Há pouco mais de cinco meses para a realização das eleições, em 2 de outubro, apenas dois dos pretensos pré-candidatos ao Governo de Goiás informaram que têm marqueteiros para coordenarem as pré-campanhas e, possível, as campanhas eleitorais. Trata-se do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (Patriota). Ele está sendo aconselhado por Jorcelino Braga, presidente do partido a qual se filiou na última hora do calendário eleitoral. O outro é Edigar Antônio Diniz Jr (NOVO), que conta com os trabalhos de Evandro Jos.

Neste mesmo período de 2018, o governador Ronaldo Caiado (UB) já tinha o auxílio do publicitário Nizan Guanaes. Mas, até o momento, segundo a assessoria de imprensa, ele não definiu quem irá conduzir o trabalho de marketing da pré-campanha e campanha.

Procurados, os demais prováveis nomes para concorrer ao Palácio das Esmeraldas também não escolheram os profissionais dessa área. Ex-governador José Eliton (PSDB) informou que aguarda decisão de escolha do candidato da frente de esquerda, de apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para fazer o planejamento de comunicação. Já deputado federal Vitor Hugo (PL) disse que ainda não contratou ninguém. 

Embora também não tenha escolhido o publicitario, Cíntia Dias (Psol) informou que a coordenação da campanha será feita por profissional próximo ao grupo político, mas que por enquanto o trabalho é conduzido pela “militância de forma voluntária”. Não responderam à reportagem Wolmir Amado (PT) e o ex-govenador Marconi Perillo (PSDB), que ainda mantém dúvida sobre a candidatura ao Governo de Goiás.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.