Pré-candidato a deputado estadual, o ex-prefeito de Itumbiara quer ser eleito com uma média de 14 mil votos

Quinto suplente na chapa do PTB / PSD nas eleições de 2018, com 14.280 votos, o ex-vice-prefeito de Itumbiara Gugu Nader se filiou ao Agir 36 para concorrer novamente às eleições para a Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). O político diz que, na sigla, é possível que sejam eleitos entre dois e três deputados estaduais com uma votação média de 10 a 15 mil votos.

Gugu Nader estava próximo do PL, no entanto desistiu de se filiar a sigla por causa dos “medalhões” e diz que, no Agir, terá mais chances. A sigla, inclusive, perdeu o deputado estadual Cláudio Meirelles, que foi para o PL e abriu espaço para que o Agir, que é coordenado pelo seu irmão, o Fernando Meirelles, montasse a chapa com mais nomes.  

Segundo Gugu, no Agir , há pelo menos 50 pré-candidatos, tanto para a Alego, quanto para concorrer às 17 cadeiras para a Câmara dos Deputados. “Vamos fazer uma bancada na Alego com dois ou três nomes, dois no geral e mais um com a sobra”, comenta o pré-candidato que está bastante animado com a sua nova sigla. 

Esta será a sexta sigla de Gugu. Ele passou pelo PSL, por onde concorreu à prefeitura de Itumbiara em 2020, pelo MDB (por duas passagens), pelo PT, pelo PSB e pelo PTB (também com duas passagens). Durante a passagem pelo PSL o político chegou a anunciar que era o pré-candidato do presidente Jair Bolsonaro (na época no PSL), no entanto, desta vez, o político não quer mexer com eleições a nível nacional. Seu enfoque, como adiantado pelo Jornal Opção, é a eleição para deputado estadual.