Grupo que falsificava certificados de conclusão do ensino médio é preso em Goiânia

Polícia aponta que integrantes do esquema criminoso cobravam em média R$ 500,00 por cada documento

Foto: reprodução

A Polícia Civil do Estado de Goiás deflagrou, nesta quarta-feira, 12, a “Operação Fictus”, que investiga uma associação criminosa responsável pela falsificação de diversos tipos de documentos.

Entre os serviços prestados pela quadrilha estão a falsificação de documentos veiculares, de históricos escolares e certificados de conclusão de ensino médio. Desde o início da manhã foram cumpridos quatro mandados de prisão e quatro de busca e apreensão.

As investigações da Polícia Civil apontam que as vendas de certificados de conclusão de ensino médio eram negociadas pela internet. Ainda segundo as investigações, os falsários cobravam em média R$ 500,00 por cada documento e mantinha negociações com pessoas de todo o país.

O grupo preso nesta quarta-feira é apontado pela Polícia como os mesmos alvos de uma operação realizada no ano passado. Na época os integrantes foram indiciados por crimes de roubo, furto, receptação, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e falsificação de documento público.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.