Grupo de vereadoras prepara petição para Ministério da Saúde incluir profissionais da educação em vacinação prioritária contra a Covid-19

Segundo vereadora Aava Santiago, se aceita, a premissa representaria um grande salto e resolveria boa parte dos problemas, haja vista que ainda há grande resistência e temor ao retorno das aulas presenciais em todo país

Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

A vereadora Aava Santiago (PSDB) se uniu a um grupo de vereadoras eleitas por diferentes cidades do Brasil e que preparam, juntas, um documento que reivindica a vacinação contra a Covid-19 de professores e demais profissionais da Educação como grupo prioritário.

De acordo com a tucana, o documento será levado à Comissão de Educação da Câmara dos Deputados e também ao Ministério da Saúde, em Brasília. “Isso representaria um grande salto e resolveria grande parte dos nossos problemas”, resumiu a vereadora.

Aava encabeça um grupo de estudos na Câmara Municipal de Goiânia que analisa as possibilidades de retorno às aulas presenciais por parte da rede municipal de ensino. Segundo ela, ainda há grande temor por parte dos profissionais formados, em sua maioria, por mulheres com comorbidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.