Grupo de caçadores é devorado por leões na África do Sul

Restos mortais foram encontrados por funcionários da reserva que permite a caça controlada

Um grupo de pelo menos três caçadores foi devorado por leões ao entrar em uma reserva na África do Sul para matar rinocerontes, de acordo com o portal “Mirror”.

Eles não tinham autorização para caçar e os restos mortais foram encontrados por funcionários do Sibuya Game Reserve, na última terça-feira (3/6). Um helicóptero foi acionado para encontrar possíveis outras vítimas dos felinos.

Para que a polícia conseguisse entrar no local e resgatar os restos humanos, um veterinário teve que usar tranquilizantes em seis leões.

“Achamos partes de corpos e três pares de sapatos. Mas pode haver mais corpos na mata densa”, disse Nick Fox, de 60 anos, dono da reserva que permite a caça de forma controlada. “Eles vieram fortemente armados, com rifles e caça e machados. Sobrou pouca cosia deles”, acrescentou o proprietário.

A reserva é uma das mais populares na costa leste da África do Sul, com grande número de elefantes, rinocerontes, búfalos, leões e leopardos.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.