Greve dos Correios termina na maior parte do país

Trabalhadores decidiram encerrar paralisação que durou 12 dias. Apenas 3 dos 36 sindicatos que representam a categoria no país permanecem em greve

Funcionários pararam atividades reivindicando melhores condições de trabalho e contra a privatização da empresa | Foto: ABr

A maioria dos sindicatos que representam os trabalhadores dos Correios decidiram por encerrar a greve iniciada no último dia 26 de abril. Segundo comunicado do próprio órgão, das 33 entidades representativas, 33 decidiram pelo fim da greve — 12 deles em assembleia na última sexta-feira (5/5) e outras 17 em reuniões na noite da última segunda (8).

Permanecem paralisados os trabalhadores de Santa Catarina e na região de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, com os sindicatos tendo que manter um mínimo de 80% de funcionários trabalhando. No Acre, a assembleia ocorre nesta terça-feira (9).

Os funcionários dos Correios entraram em greve reivindicando melhores condições de trabalho e em protesto a possível privatização da empresa. Em 2016, o déficit dos Correios chegou a R$ 2 bilhões.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.