Governo Temer libera mais de R$ 2,3 milhões para Hospital Araújo Jorge

Outras sete unidades de saúde de Goiás também serão beneficiadas com aporte de R$ 513 milhões anunciado, nesta quinta, pelo ministro Ricardo Barros. Confira lista

O Hospital Araújo Jorge, em Goiânia, deve receber mais de R$ 2,5 milhões do governo federal, anunciou, nesta quinta-feira (1º/9), o ministro da Saúde, Ricardo Barros. O valor integra aporte de R$ 513 milhões da pasta destinado a Santas Casas e hospitais filantrópicos de todo o País.

A verba destinada à Associação de Combate ao Câncer em Goiás, responsável pelo hospital goiano, é referente a seis emendas parlamentares dos últimos dois anos que ainda não haviam sido pagas. As portarias que garantem a verba estão sendo publicadas essa semana.

No início do último mês, a administração do Araújo Jorge, referência no tratamento de câncer em Goiás, informou que poderia até suspender o atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde devido a uma grave crise financeira. Desde então, a situação delicada do hospital tem sido objeto de discussão e alvo de campanhas para arrecadar verba.

Em Goiás, além do Hospital Araújo Jorge, também serão beneficiadas unidades de Saúde em Anápolis, Aparecida de Goiânia e Trindade, totalizando cerca de R$ 7,7 milhões em verbas. A maior parte do valor liberado, mais de R$ 4,3 milhões, é para novas habilitações e credenciamentos. Conforme o governo federal, a meta é que os pagamentos sejam feitos em dezembro.

Confira abaixo tabela disponibilizada pelo Ministério da Saúde ao Jornal Opção:

Novos credenciamentos:
Apae Anápolis – R$ 1.547.760,00
Santa Casa de Misericórdia (Anápolis) – R$ 191.980,00
Apae Aparecida de Goiânia – R$ 1.680.000,00
Hospital Materno Infantil (Goiânia) – R$ 211.080,96
Santa Casa de Misericórdia (Goiânia) – R$ 788.400,00

Emendas parlamentares (valores totais):
Vila São José Cottolengo (Trindade) – R$ 350 mil
Associação de Combate ao Câncer em Goiás (Goiânia) – R$ 2,3 milhões
Santa Casa de Misericórdia de Goiânia – R$ 950.475,00

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.