Governo quita débitos de 2018 com o setor da cultura

Ordem de pagamento foi assinada pelo governador Ronaldo Caiado. Valor total ultrapassa os R$ 2,5 milhões e irá beneficiar mais de 400 pessoas

Débitos foram herdados da antiga gestão| Foto: Wesley Costa

O governador Ronaldo Caiado assinou ordem de pagamento de R$ 2,561 milhões destinados ao setor da cultura em Goiás. O valor será utilizado para a quitação de débitos atrasados de 2018 e que foram herdados pelo governo. Segundo o governador, a atual gestão está resgatando o cenário cultural no Estado.

Os recursos para a realização dos pagamentos são oriundos do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás (Fundo Cultural). No total, mais de 400 fornecedores e prestadores de serviços envolvidos no Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica), Canto da Primavera e Orquestra Filarmônica, serão beneficiados. 

A importância do pagamento foi ressaltada por César Moura, secretário interino da Secretaria de Cultura (Secult) e titular da Secretaria de Retomada. Segundo ele, os débitos em aberto comprometiam a credibilidade da cultura. A situação, segundo o secretário, deixou pequenos e médios empresários em situação de arrocho financeiro. “Estamos ajudando uma classe que está sem trabalhar”, acrescentou.

O pagamento das pendências relacionadas à cultura durante o mandato foi um pedido do governador, segundo Cristiane Schmidt, secretária de Economia do Estado. Para a secretária, a quitação dos débitos faz parte de um legado que o governador quer deixar para Goiás. 

Lei Aldir Blanc

Durante a solenidade, o governador Ronaldo Caiado disse que está em contato com o governo federal para que haja a liberação integral da verba da Lei Aldir Blanc. Para isso, o governo irá solicitar a prorrogação do prazo para que as prefeituras realizem o cadastramento dos trabalhadores da área da cultura. 

Os recursos da Lei Aldir Blanc começaram a ser pagos em Goiás na última segunda-feira, 1. O objetivo da lei é garantir uma renda emergencial para os trabalhadores da Cultura e a manutenção de espaços culturais em meio a pandemia do Covid-19. O repasse foi de R$ 98,2 milhões, dos quais R$ 49,1 milhões são para projetos da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e R$ 49,1 milhões para os municípios goianos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.