Durante a inauguração do Super Centro Carioca de Saúde, no Rio de Janeiro, que contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi anunciado um repasse de R$ 200 milhões a estados e municípios para que seja apresentado à União um diagnóstico das filas do Sistema Único de Saúde (SUS) pelo país.

Os recursos são de um pacote federal de R$ 600 milhões para reduzir as filas do sistema Único de Saúde (SUS) pelo Brasil. Os outros R$ 400 milhões serão repassados à medida que forem realizadas as cirurgias, principalmente abdominais, ortopédicas e oftalmológicas.

O intuito é que o levantamento esteja pronto até junho deste ano. Os detalhes para os repasses desses valores devem ser divulgados ainda está semana.

A orientação é que as secretarias de saúde devem mandar ao Ministério da Saúde a demanda local por cirurgias, além de um planejamento para executar o programa de redução das filas, para que seja estipulada a liberação dos recursos.