Governo propõe mudança no cálculo do valor de combustíveis

Bolsonaro e aliados defendem que o cálculo seja feito com base no custo interno de produção do produto

Frentistas vão ouvir a proposta dos postos | Foto: Reprodução

Atualmente, cerca de 80% do combustível que circula no Brasil é produzido aqui dentro do país. Seguindo essa ideia, o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro e alguns Ministros defendem que seja feita uma mudança no cálculo do valor dos combustíveis. A informação é do site O Antagonista.

A nova política de cálculo do valor dos combustíveis deve assegurar que a conta seja feita com base nos custos internos de produção do bem de consumo em questão. Mediante a uma recusa dessa ideia por parte dos acionistas da Petrobrás, Bolsonaro e seus aliados afirmam que o barateamento dos combustíveis acarretaria em uma mudança positiva para a economia brasileira, impulsionando-a.

Atualmente, a Petrobrás baseia seus reajustes na chamada paridade internacional, ou seja, no preço do barril do petróleo no exterior, considerando a média dos últimos 12 meses, podendo aumentar ou diminuir os valores aplicados em território nacional a partir disso. 

A intervenção de Bolsonaro na estatal, que retirou Roberto Castello Branco da presidência, e colocou o general Joaquim Silva e Luna, que presidia a Itaipu Binacional, provocou críticas entre analistas do setor financeiro. Após a mudança, as ações da Petrobrás caíram quase 20% derrubando a Bovespa em 4%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.