Governo anuncia recriação da CPMF, suspensão de concursos e reajustes

Medidas preveem redução de R$ 26 bilhões no Orçamento do próximo ano

Os ministros da Fazenda, Joaquim Levy; e do Planejamento, Nelson Barbosa; anunciam cortes no Orçamento durante coletiva | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Os ministros da Fazenda, Joaquim Levy; e do Planejamento, Nelson Barbosa; anunciam cortes no Orçamento durante coletiva | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O governo federal anunciou nesta segunda-feira (14/9) uma série de medidas para redução de gastos públicos, que prevê corte de R$ 26 bilhões no Orçamento de 2016. Dentre as medidas, está a que pretende criar um tributo nos moldes da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), com alíquota de 0,2%, e que deve proporcionar arrecadação de R$ 32 bilhões.

Em entrevista coletiva, os ministros da Fazenda e do Planejamento, Joaquim Levy e Nelson Barbosa, afirmaram, ainda, que o governo pretende congelar o reajuste dos servidores públicos e suspender a realização de concursos.

De acordo com Nelson Barbosa, o governo está propondo que o reajuste dos servidores passe a valer somente em agosto do ano que vem e não em janeiro, conforme o usual. Segundo o auxiliar de Dilma, a medida vai gerar uma economia de R$ 7 bilhões. A proposta depende de negociação com os servidores e o envio de um projeto de lei ao Congresso Nacional.

Já a suspensão de concursos públicos pela União deve poupar mais de R$ 1,5 bilhão. Barbosa informou que a medida será implementada por meio de uma alteração na Lei de Diretrizes Orçamentárias, em discussão no Congresso Nacional.

Dos R$ 26 bilhões anunciados pelo governo como cortes no Orçamento de 2016, R$ 8,6 bilhões serão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Durante o anúncio, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, destacou que a maior redução será no “Programa Minha Casa, Minha Vida”, que terá baixa de R$ 4,8 bilhões.

As ações anunciadas pelo governo federal nesta segunda-feira foram anunciadas com o objetivo de atingir o superávit primário de 0,7% do PIB Produto Interno Bruto (PIB), na tentativa de recuperar credibilidade junto aos investidores internacionais. (Com informações da Agência Brasil)

Uma resposta para “Governo anuncia recriação da CPMF, suspensão de concursos e reajustes”

  1. Avatar Caio Maior disse:

    Alheia ao iminente fim do (des)governo a iletrada Dilma e seus capachos ignoram o “enunciado” cínico do personagem de Tomaso de Lampedusa em ‘Il gattopardo’: “Se queremos que tudo continue como está, é preciso que tudo mude”. Viciados em cargos e cevados em “pixulecos” os “cumpanheiros” se recusam a extinguir ministérios inúteis, exonerar ministros sem função e demitir apadrinhados imprestáveis. Mais uma farsa propensa a terminar em tragédia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.