Governo paraguaio recua e suaviza quarentena na fronteira com o Brasil

Alto Paraná teve onda de manifestações após anúncio de que departamento regrediria para Fase Zero do isolamento social

Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira, 30, o governo paraguaio flexibilizou a quarentena rígida que havia imposto em Alto Paraná, que faz divisa com o Brasil. O departamento foi fortemente afetado pelo novo coronavírus, após uma noite de protestos que deixou dezenas de detidos.

O ministro da Saúde Pública, Julio Mazzoleni, disse que fez um acordo com o Alto Paraná, situado na zona da Tríplice Fronteira com o Brasil e a Argentina, para suavizar a medida anunciada anteriormente, que visava a conter a disseminação do vírus e proteger os serviços de saúde.

O anúncio de quarta-feira, 29, sobre a regressão para a Fase Zero do isolamento causou revolta entre os habitantes de Ciudad del Este, capital departamental e principal centro comercial do país. A população da região se reuniu para protestar.

Imagens mostraram um grupo de manifestantes atacando um caminhão, que acabou em chamas, perto da ponte internacional com o Brasil, forçando a entrada em uma instalação comercial, onde ocorreram saques. A polícia deteve cerca de 60 pessoas, de acordo com a procuradoria.

O Paraguai acumula 4.866 casos do novo coronavírus e 46 mortos. Segundo dados oficiais, Alto Paraná concentra mais de 40% dos casos e 33% das mortes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.