Governo mobiliza alunos goianos para o segundo dia de provas do Enem

A Secretaria de Educação trabalhou assuntos que podem ser abordados na prova na sala de aula

Os participantes inscritos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 farão amanhã, 28, as provas de matemática e ciências da natureza e a Secretaria de Educação do Estado de Goiás (Seduc) realizou uma série de ações preparatórias para os alunos da rede pública do Ensino Médio durante toda a semana, com aulas temáticas e alertas de sobre a importância da prova.

Os alunos foram preparados durante toda a semana e, desde a última quinta-feira, 25, e os candidatos de todo o Estado recebem mensagens por SMS para alertar sobre a importância da presença deles na prova de domingo. As 40 Coordenações Regionais de Educação (CRE) do estado também realizam ações de reforço para as disciplinas de ciências da natureza e matemática. Todos os colégios da rede estadual estão trabalhando temas e assuntos que podem ser abordados na prova de domingo.

Além do trabalho realizado pelas unidades escolares, o projeto Goiás Bem no Enem divulgou, durante toda a semana, dicas para os estudantes nas redes sociais e nos grupos criados durante o ano. Nos canais no YouTube da Seduc e do projeto, onde existem várias vídeo aulas que servem de suporte para dúvidas que possam surgir durante o estudo.

Nessa semana, de acordo com a Seduc, as ações foram voltadas exclusivamente para mobilização dos estudantes, com visitas às casas, conversa com pais ou responsáveis e destaque sobre a importância da prova do Enem para continuação da vida escolar do aluno.

Segundo dia de aplicação

As provas serão aplicadas tanto para os candidatos inscritos na versão impressa quanto na versão digital do exame e, assim como na prova do último domingo, 21, é obrigatório o uso de máscara de proteção facial. O documento de identidade e a caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente também são itens obrigatórios na prova.

No Enem Digital, as respostas são dadas no computador, mas os participantes recebem uma folha de rascunho para fazer os cálculos à mão, por isso, a caneta é também necessária. No primeiro dia de Enem, os participantes fizeram as provas de linguagens, ciências humanas e redação. Ao todo, 74% dos 3,1 milhões de inscritos compareceram ao exame.

O Enem impresso é realizado em 11.074 locais de prova em 1.747 municípios. Nessa modalidade, são mais de 460 mil pessoas envolvidas na aplicação do exame, entre coordenadores estaduais, municipais, aplicadores, corretores de redação e supervisores. Já o Enem digital envolve mais de 17 mil pessoas na realização das provas. O exame nesse formato será aplicado em 831 locais de prova em 99 municípios.

Reaplicação

Para quem perdeu a primeira prova porque apresentou algum sintoma de Covid-19 já é possóvel solicitar a reaplicação do exame. O mesmo vale para quem perder a segunda prova, neste domingo.

Nestes casos, caso seja comprovado, os estudantes terão uma nova prova, que será aplicada nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022, mesma data da aplicação do exame para pessoas privadas de liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL 2021) e para os participantes isentos da taxa de inscrição em 2020 que, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), tiveram nova oportunidade de inscrição no Enem.

A reaplicação deverá ser solicitada na Página do Participante, entre 29 de novembro e 3 de dezembro, mediante apresentação da documentação que comprove a condição de saúde do inscrito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.