Governo libera R$ 1,6 mi para Associação de Combate ao Câncer de Goiás

Entidade que administra o Hospital Araújo Jorge, referência em tratamento oncológico, usará recurso para compra de medicamentos 

Autoridades recebem homenagem da ACCG | Foto: Divulgação

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) anunciou na última quarta-feira (30/11) a liberação de R$ 1,6 milhão para a Associação de Combate ao Câncer em Goiás (ACCG), entidade que administra o Hospital Araújo Jorge.

O recurso corresponde a parcelas de convênio firmado entre o governo do Estado e a instituição. O anúncio foi feito durante cerimônia de homenagem ao governador e a presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Valéria Perillo, em evento realizado no auditório do Hospital Araújo Jorge.

O objetivo da solenidade foi reconhecer o apoio do governo do Estado às causas da entidade nos últimos anos. Foram também homenageados o vice-governador, José Eliton (representado pelo chefe de gabinete Charle Antônio), o secretário estadual de Saúde, Leonardo Vilela, e o diretor geral da OVG, major Augusto.

Segundo o governador, nos últimos cinco anos o governo estadual repassou quase R$ 28 milhões à Associação, “que realiza um trabalho de grande alcance social no atendimento à população goiana e de todo o Centro-Oeste. O nosso governo sempre foi parceiro da entidade, bem como a Secretaria Estadual de Saúde”, assinalou. “A Associação precisa da nossa ajuda para capacitar pessoas, agregar tecnologia e realizar os procedimentos de tratamento e prevenção do câncer”, frisou.

O presidente da ACCG, Paulo Moacir de Oliveira Campoli, disse que a ajuda financeira do governo do Estado foi crucial para ajudar o hospital a superar um momento difícil, a grande crise vivida pela instituição em 2012. Ele também informou que o dinheiro anunciado por Marconi Perillo durante o evento será aplicado na aquisição de medicamentos.

“Também temos uma valiosa parceria com a OVG, que presta, inegavelmente, um serviço muito relevante à sociedade goiana e faz, há anos, diversos investimentos no Hospital Araújo Jorge”, afirmou Paulo Moacir. A ACCG realizou mais de 1 milhão de procedimentos em 2016 e realizou mais de 165 mil consultas ambulatoriais. O número de pacientes atendidos naquele ano superou os 46 mil e foram feitas mais de 12 mil cirurgias.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ZIRO

CADÊ O MINISTÉRIO PÚBLICO E O PODER JUDICIÁRIO DE GOIÁS, QUE DIANTE DAS OMISSÕES DO EXECUTIVO, COM RARAS EXCEÇÕES, TRANSPARECEM TODOS QUE NÃO ESTÃO NEM AÍ COM OS DIREITOS COLETIVOS DA POPULAÇÃO? Como cidadão, patrão, contribuinte que paga uma das maiores cargas tributárias do planeta, peço ao governo de Goiás, que repasse verbas suficientes e adequadas para manutenção de serviços públicos de qualidade na saúde. E não esmolinhas.