Governo federal quer privatizar Aeroporto de Goiânia

Segundo o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, presidente Michel Temer (PMDB) avalia vender pelo menos mais dez aeroportos — e número pode ser maior

O Governo Federal tem intenção de privatizar pelo menos mais dez aeroportos brasileiros, segundo o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira. Ele afirmou que o foco são os aeroportos menores, como o de Goiânia.

Outros aeroportos de maior porte, como o de Congonhas, em São Paulo, o Santos Dumont, no Rio de Janeiro, o de Manaus (AM) e o de Curitiba (PR) seriam mantidos sob responsabilidade da Infraero, porque têm maior rentabilidade.

De acordo com o ministro, pode ser que, na verdade, ainda mais aeroportos sejam privatizados. Na semana passada, quatro aeroportos – de Fortaleza (CE), Salvador (BA), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS) – foram privatizados. O grande volume obtido com as privatizações é que motivou o Governo a pensar em vender outros aeroportos.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.