Governo Federal assina portaria com orientações para retorno de aulas presenciais

Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, afirma que quantidade de doses do imunizante contra a covid-19 enviadas aos Estados é suficiente para vacinar todos os professores da educação básica 

Governo Federal assina portaria com orientações para volta às aulas presenciais.

Foi assinada na tarde desta quarta-feira, 4, pelos ministros da Saúde Marcelo Queiroga e da Educação, Milton Ribeiro, uma portaria com orientações para o retorno às aulas presenciais em todo o Brasil. Esse documento deveria ter sido publicado no mês de julho, de acordo com o jornal O Globo. No entanto, os protocolos de segurança para a volta às aulas já estavam prontos antes mesmo dessa data. 

Durante a cerimônia em que a portaria foi assinada, Marcelo Queiroga afirmou que “é preciso que todos os Estados e municípios abram as portas de suas escolas para o futuro do Brasil”. Além disso, ele ainda ressaltou que toda a tecnologia existente hoje e a garantia de aulas em modo remoto, não serão capazes de se equiparar ao ensino presencial. 

Queiroga evidenciou que já é um consenso entre organismos como o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), que nem todos os professores e alunos precisam estar imunizados para que as aulas presenciais retornem. Segundo o ministro, a quantidade de doses dos imunizantes contra a covid-19 encaminhadas pelo governo federal aos estados já é suficiente para que os professores do ensino básico sejam vacinados com pelo menos uma dose.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.