Governo federal aprova projetos para corredores de ônibus em Goiânia

O valor que será investido é de R$ 145.323.461 e beneficia as avenidas T-7, T-9, 85, 24 de outubro, Independência e T-63

O Ministério das Cidades divulgou portaria aprovando os projetos para criação de corredores preferenciais de ônibus nas principais avenidas de Goiânia. O valor que será investido é de R$ 145.323.461 e beneficia as avenidas T-7, T-9, 85, 24 de outubro, Independência e T-63. Com a análise técnica concluída, a administração municipal está apta para iniciar processo junto à Caixa Econômica Federal para iniciar as licitações.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Goiânia afirmou que estas obras irão beneficiar cerca de 601.164 usuários e promover a integração de 66 linhas de ônibus. “Essas obras vão permitir uma estrutura viária com espaços democráticos para pedestres, transporte coletivo, ciclistas e veículos particulares”, disse a presidente da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), Patrícia Pereira Veras.

A presidente também declarou em nota que a CMTC e a Caixa Econômica Federal já estavam mantendo diálogo antes da aprovação, a fim de adiantar os procedimentos para liberação do recurso. A previsão é que, após este procedimento, a Prefeitura abra concorrência pública no segundo semestre para obras do corredor na Avenida T-7.

Confira abaixo as mudanças:

Avenidas      Extensão      Linhas           Usuários beneficiados

T-7                  10,4 km         8                      103.391 pessoas por dia

T-9                  13,1 km         10                   81.365 pessoas por dia

T-63                6 km               6                      79.611 pessoas por dia

85                  7,2 km            15                   174.118 pessoas por dia

24 de Out.     3,4 km            16                   102.988 pessoas por dia

Indep.           6,7 km             11                   59.691 pessoas por dia

Deixe um comentário