Governo Federal anuncia fim da obrigatoriedade de testes em simuladores para expedição da CNH

Com a medida, uso dos simuladores será facultativo. Prazo para implementação da nova regra é de 90 dias

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O Governo Federal decidiu extinguir a obrigatoriedade dos testes em simuladores como pré-requisito para expedição da Carteira Nacional Habilitação (CNH). A decisão foi comunicada na última quinta-feira, 13, pelo ministro da Infraestrutura, Tarcisio Freitas, na reunião do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Segundo o ministro, o uso dos simuladores será facultativo, ou seja, “se ele (o aluno) julgar que aquilo é importante para a formação dele, de que não está seguro de sair para aula prática, ele poderá fazer”, normalmente.

O fim dos simuladores também veio acompanhado de outras mudanças: a redução de 25 para 20 horas de aulas práticas na categoria B.

Porém, o ministro explicou que, caso o aluno opte por fazer aulas no simulador, estas deverão ser realizadas por cinco horas. Desta forma, seriam 15 horas práticas e 5 horas no simulador para que o candidato esteja apto a seguir adiante com o processo.

A intenção da Pasta é reduzir a burocracia para expedição da CNH. O ministro diz acreditar que as mudanças poderão acarretar em uma redução de até 15% dos valores cobrados pelos Centros de Formação de Condutores (CFC).

Ele também aproveitou para fazer críticas ao uso do equipamento de maneira obrigatória. “O simulador não tem eficácia comprovada”, disparou. E completou em seguida: “Nos países ao redor do mundo ele não é obrigatório. Em países com excelentes níveis de segurança no trânsito também não há essa obrigatoriedade. Então, não há prejuízo para a formação do condutor”. O prazo para implementação da nova regra é de 90 dias.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.