Governo estuda aumentar limite do Banco do Brasil e Caixa para programa de apoio às microempresas

No Pronampe, bancos públicos já emprestaram mais de R$ 5 bilhões enquanto que alguns concorrentes privados sequer começaram atuar na linha

Foto: Reprodução.

O Ministério da Economia estuda ampliar o limite do Banco do Brasil e da Caixa Econômica no Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). A apuração é do jornal Estadão.

Juntos, os dois bancos públicos já emprestaram mais de R$ 5 bilhões, enquanto que alguns concorrentes privados sequer começaram a atuar na linha.

O orçamento total do Pronampe é de R$ 18,7 bilhões — a partir de R$ 15,9 bilhões que foram aportados em recursos do Tesouro no FGO para garantias — e cada banco tem direito a uma parte desses recursos, que varia conforme o porte das instituições. “A divisão inicial foi simplista. Foi em torno de 20% para cada um dos cinco grandes bancos. Não faz muito sentido isto. Então, é natural um ajuste”, disse uma fonte anônima.

Se limite de BB e Caixa for alterado, a fatia para os rivais privados pode se reduzir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.