Governo do Estado vai subsidiar custo de aluguel de famílias em Aparecida de Goiânia

Projeto que cria benefício foi aprovado na Assembleia Legislativa de Goiás em segunda e definitiva votação. Inscrições vão até quinta-feira, 02

O Governo de Goiás vai subsidiar o custo de aluguel de famílias que residem em Aparecida de Goiânia. A cidade foi escolhida como piloto do programa “Para Ter Onde Morar – Aluguel Social”, que vai auxiliar os goianos com um valor mensal de R$ 350 para cobrir gastos oriundos de moradia. O o projeto que viabiliza o programa foi aprovado nesta terça-feira, 30, pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) em segunda e definitiva votação.  

Até esta quinta-feira, 02, o Governo de Goiás recebe inscrições de moradores que se enquadrarem no perfil socioeconômico estabelecido pela Agência Goiana de Habitação (Agehab), que já iniciou o cadastramento de famílias aparecidenses interessadas. Os primeiros contemplados pelo aluguel social receberão os cartões para uso do benefício durante o Mutirão Iris Rezende, que ocorre nos dias 11 e 12 de dezembro, em Aparecida de Goiânia.

O cadastramento dos interessados deve ser realizado pela internet, no site www.agehab.go.gov.br, ou pessoalmente na sede da aAgehab, em Goiânia, na Rua 18-A, nº 541, Setor Aeroporto. Segundo o presidente da Agehab, Pedro Sales, a iniciativa se propõe a resolver uma situação urgente de parte da população que está sem condição imediata de arcar com o aluguel da moradia e vem complementar outras políticas do Governo de Goiás. “É preciso fomentar o desenvolvimento econômico, ao mesmo tempo em que cuidamos das pessoas que precisam da mão do Estado. É o que o governador Ronaldo Caiado tem dito incansavelmente”, ressalta Sales.

Programa

O projeto de aluguel social visa combater o déficit habitacional no Estado, atendendo aos casos mais urgentes que ferem a dignidade dos cidadãos goianos em situação de vulnerabilidade social. Entre os requisitos para pleitear a participação no programa estão possuir inscrição no Cadastro Único (CadÚnico) no município de Aparecida de Goiânia, ser pessoa e/ou família em vulnerabilidade socioeconômica, ter mais de 18 anos ou ser emancipado, e morar no município por, no mínimo, três anos. Alguns grupos são prioritários como idosos, pessoas com deficiência e vítimas de violência doméstica.

Será concedido auxílio financeiro no valor mensal de R$ 350 para famílias sem casa própria que se enquadram nos requisitos e que têm dificuldade de arcar com custos do aluguel, por até 18 meses. Caso haja aval da assistência social da Agehab, ao final desse período, ele poderá ser prorrogado por mais 18 meses, conforme a evolução da situação. A proposta do Governo de Goiás é subsidiar locação de imóveis até que as famílias estejam aptas a receber nova moradia e atender cerca de 30 mil famílias goianas, conforme demanda detectada por meio de inscrições na Agehab.

Uma resposta para “Governo do Estado vai subsidiar custo de aluguel de famílias em Aparecida de Goiânia”

  1. Avatar Annerita de Lima Menezes disse:

    O Estado de Goiás agora é só Aparecida de Goiânia? Ou é uma ação eleitoreira para afrontar o Gustavo Mendanha? E por que a inscrição é feita em Goiânia? Não seria mais lógico ser em Aparecida de Goiânia, uma vez que é destinado ao moradores daquele município?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.