‘Governo desceu na boquinha da garrafa pra se reeleger, agora Ana Carla terá que segurar o tchan’, diz Zé Nelto

De acordo com deputado, governador deixou déficit de mais de R$ 1 bilhão no fim do ano passado e a secretária da Fazenda vem realizando uma política fiscal equivocada

Membro da Comissão de Tributação, Finanças e Orçamento, o deputado estadual José Nelto (PMDB) fez uma analogia controversa nesta terça-feira (31/3): “Para ganhar as eleições, o governo Marconi Perillo (PSDB) teve que ‘descer na boquinha da garrafa’ e, agora, chamou a secretária da Fazenda Ana Carla Abrão para ‘segurar o tchan’.”

A declaração foi feita após a visita da secretária à comissão para apresentar a revisão da Lei das Diretrizes Orçamentárias de 2015, em que ela apresentou a situação financeira do Estado.

De acordo com o deputado, o orçamento apresentado “é irreal, não é verdadeiro” e o governador deixou um déficit de 2014 para 2015 de R$ 1 bilhão e 300 mil e o déficit vai continuar, deixando a secretária em uma situação difícil.

O deputado ainda classificou a política fiscal realizada atualmente como “equivocada, atrasada e arcaica”. De acordo com ele, ela não deveria “sair procurando vendedores de frango, de queijo e rapadura nas feiras” e sim ir atrás dos grandes sonegadores. Segundo Zé Nelto, há uma elite empresarial em Goiás que não paga imposto, dinheiro que faz falta para melhorar a saúde, a educação e a segurança pública do Estado.

Deixe um comentário